PERDA AUDITIVA-TIPOS E GRAUS

Qualquer alteração da audição é chamada de perda auditiva ou surdez. 

Neste post vou falar sobre os tipos de perda auditiva, os graus, além de suas causas e tratamentos.

SINTOMAS

Alguns pacientes já reclamam que não escutam bem, mas outros reclamam apenas que não conseguem entender o que é dito a eles, ou que trocam algumas palavras (tipo a personagem velha surda) ou de zumbido no ouvido

DIAGNÓSTICO E TIPOS

As perdas auditivas podem ser classificadas em dois tipos: a condutiva ou neurossensorial. Conseguimos classificar o tipo de perda auditiva e o seu grau através de um exame chamado audiometria

A perda auditiva condutiva significa uma alteração da orelha média ou externa, ou seja, do caminho que o som faz até chegar a orelha interna. Pode ocorrer por causa de excesso de cera no ouvido, ou por inchaço do ouvido no caso das infecções, ou por doença dos ossinhos do ouvido médio (otoesclerose) ou acúmulo de secreção no ouvido médio, doenca chamada de otite média serosa.  

Figura 1- perda auditiva do tipo condutiva bilateral

Já a perda neurossensorial ocorre por alteração da orelha interna e das terminações nervosas que ela abriga ou do próprio nervo auditivo. Doenças que causam esse tipo de perda auditiva são a presbiacusia (perda auditiva da idade), ototoxidade (perda auditiva causada por medicação ou infecção), tumores do nervo auditivo, PAIRO (induzida por ruído do trabalho) e certos tipos de labirintite.

Figura2- Perda auditiva do tipo neurossensorial bilateral

GRAUS DE PERDA AUDITIVA

Também classificamos a perda auditiva de acordo com o grau de severidade. Para isso usamos o resultado da audiometria das frequências mais importantes para a fala (500hz, 1khz e 2khz).  O normal e a média dessas frequências estar entre 0 e 25db.Quando está entre 26-40db, dizemos que a perda auditiva é leve; se entre 41-55db é moderada; entre 56 a 70db, é moderadamente severa; se entre 71 a 90 é severa e se for maior que 90, é considerada profunda. Existe uma pequena diferença para as crianças

Não há classificação oficial de porcentagem de perda auditiva, ao contrário do que muitos imaginam e às vezes até cobram do médico.

Confira abaixo o que cada perda auditiva provoca na vida do paciente.

Figura3- Alterações que cada perda gra de perda auditiva causa.
Figura 4- Classificação de perda auditiva em crianças menores de 7 anos e alterações que causa.

FATORES DE RISCO

Os mais importantes fatores de risco para perda auditiva são: 

-história familiar de surdez:

-exposição crônica a ruídos, seja no trabalho ou lazer (música alta, seja em shows ou fone de ouvido mal utilizado, prática de tiros, explodir foguetes etc);

-uso de determinadas medicações; 

-infecções recorrentes de ouvido;

-história prévia de meningite e parotidite (caxumba); 

-doenças autoimunes, etc.

TRATAMENTO

O tratamento varia de acordo com a causa da perda auditiva. Em geral, as perdas neurossensoriais são tratadas com aparelho auditivo e as perdas condutiva precisam de tratamento ou com cirurgia ou com medicação.

PREVENÇÃO

Podemos prevenir a surdez através de hábitos saudáveis, como:

– não se expor a sons altos intencionalmente;

-usar protetor auricular se precisar se expor;

-fazer audiometrias periódicas se você se expõe muito a ruídos;

-manter seu check up da saúde geral em dia;

-controlar outras doenças associadas (pressão alta e diabetes principalmente)

– alimentar-se bem, comendo poucos industrializados e mais comidas naturais, ricas em antioxidantes;

– Fazer atividade física regular;

– Controlar a ansiedade e reduzir o estresse, os quais geram muitos radicais livres que aceleram o processo de envelhecimento corporal.

Dra Kênia Assis Chaves

Médica Otorrinolaringologista

CRMMG 52018

RQE 33072Quer agendar uma consulta? Acesse nossa página de agendamento

Posts recentes

TODO ZUMBIDO É SURDEZ?

Quem me acompanha aqui já sabe que NÃO! É fato que para o zumbido começar, tem que ter alguma lesão ou alteração do funcionamento da

Ler mais »

Entre em contato:

Local de Atendimento

Endereço: Consultório, Rua Professor Benjamin Coluci 100, Juiz de Fora

Telefones: (32) 3215-7064 ou (32) 3313-6007

Whatsapp: (32) 99118-5055