Ficou com incômodo no ouvido (zumbido ou ouvido entupido ou dor no ouvido) depois de uma festa?

Sabe o nome disso? Trauma sonoro agudo ou trauma acústico.

Isso não é nada saudável e devemos evitar! 

Ruídos altos, intensos e/ou prolongados causam danos ao nosso ouvido, que podem ser transitórios (na maioria das vezes) ou permanentes (imagina perder audição ou ficar com zumbido o resto da vida por causa de uma festa?). 

Os ruídos são mais prejudiciais quanto mais altos (ex: explosões, mas aí são acidentes, né) ou não tão altos , mas prolongados ( no caso da festa). Eles provocam zumbido (sensação de ruído dentro do ouvido ou da cabeça), dor ou desconforto, dificuldade para escutar e sensação de ouvido entupido, que podem começar já durante a festa ou logo após.

O ideal é evitar essa situação, ficando longe das caixas de som, pedindo para abaixar o volume quando possível, ou mesmo usando protetores auriculares e até  sair do local.

As pessoas mais suscetíveis  são as que já têm alguma alteração no ouvido, como perda de audição antiga, ou história de infecções  frequentes de ouvido, ou que têm doenças que podem afetar o ouvido, como diabetes, colesterol alto e pressão alta. Então essas pessoas têm que ter cuidados redobrados!

Agora, se os sintomas já começaram, procure logo um otorrino, pois os melhores resultados ocorrem quando o tratamento é iniciado antes de 72h do início dos sintomas. Normalmente  é necessário  fazer exames para verificar se houve perda de audição e qual o grau dessa perda, e iniciar medicações apropriadas. Existem casos que precisam até de internação em hospital! 

Dra Kênia Assis Chaves

Médica Otorrinolaringologista

CRMMG 52018

RQE 33072

Quer agendar uma consulta? Acesse nossa página de agendamento

Posts recentes

Sua orelha coça e dói?

Pode ser micose da orelha. A otomicose ou otite externa fúngica corresponde ao crescimento de fungos no canal do ouvido, sendo associada ao aumento da

Ler mais »

Marque sua consulta:

Kenia Assis Chaves - Doctoralia.com.br

Entre em contato:

Local de Atendimento

Endereço: Consultório, Rua Professor Benjamin Coluci 100, Juiz de Fora

Telefones: (32) 3215-7064 ou (32) 3313-6007

Whatsapp: (32) 99118-5055